Poeta condenado - Joana D'arc

Destaques

Adsense (Abaixo do Cabeçalho)

Adsense (Início dos Posts)

13 julho 2011

Poeta condenado



Minha saudade!!!
Medo e renúncia
dentro de mim.
Perdida na sombra
da tristeza,
estou morta...
Vida desabitada,
cheia de angústia,
forças inúteis.
Pota condenado,
pelo espirito do pânico.

Adsense (Final dos Posts)