Sinais na pele podem indicar diversos tipos de câncer além do melanoma - Joana D'arc

Destaques

Adsense (Abaixo do Cabeçalho)

Adsense (Início dos Posts)

30 janeiro 2018

Sinais na pele podem indicar diversos tipos de câncer além do melanoma


Todos os anos, 8,8 milhões de pessoas morrem de câncer em todo o mundo, no Brasil o número de mortes chega a 223,4 mil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os números ainda são considerados alarmantes se levarmos em conta a quantidade de alertas que são emitidos por médicos e órgãos especializados quanto as prevenções e autoexames, que auxiliam no diagnóstico precoce e no tratamento do câncer.
Especialistas apontam que diagnósticos precoces aumentam as chances de controle e cura das doenças em até 70%, mas para que isso ocorra é essencial visitas frequentes ao médico e atenção à sinais que o corpo pode apresentar. A médica dermatologista Dra. Bettina Sanson, integrante da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, alerta que diversos sintomas que podem indicar a presença de um tumor podem ser facilmente observados pelos pacientes. "São dicas simples que, quando observadas antecipadamente e rapidamente, procurar ajuda médica poderá diagnosticar precocemente um tumor e tratá-lo. O importante é buscar ajuda imediatamente, assim que um sinal diferente apareça no corpo", destaca Sanson.

Como identificar os sinais que o corpo dá?

São diversos os alertas que o corpo humano nos dá quando algo está errado e alguns sinais são fáceis de reconhecer, sem muito esforço ou exame especifico. Cânceres de mama, pâncreas, fígado, além de leucemia e lúpus apresentam sinais na pele, além de sinais específicos de cada um dos traumas. "São manchinhas de cores, tamanhos e formatos específicos ou até mesmo elevações na pele que podem te alertar que algo pode estar errado em seu corpo e que você precisa buscar ajuda", alerta Sanson.
O câncer de mama, um dos que mais mata mulheres no mundo todo, apresenta edemas (inchaço) da pele e eritema (vermelhidão) na pele, geralmente próximos à região da mama. Já o câncer de pâncreas causa o amarelamento da pele, além de coceira intensa, assim como o câncer de fígado, que apresenta também veias dilatadas e visíveis através da pele na região do abdômen.
Já a leucemia apresenta manchas roxas ou pontinhos vermelhos na pele como um de seus principais sintomas, já que o tumor está diretamente ligado ao sangue. Outro trauma que apresenta lesões severas na pele é o lupus, com erupções cutâneas, vermelhidão e inflamações na pele.
Um último alerta que a Dra. Bettina Sanson destaca são feridas que nunca cicatrizam na pele. "Esse é um sintoma importante! Caso você possua feridas que demoram mais de um mês para cicatrizar, procure um médico. Isso pode ser um sinal de que o seu sistema imunológico está com problemas, significando um número baixo de plaquetas", alerta Sanson.
Cânceres de mama, pâncreas e fígado são um dos tipos de trauma que apresentam alterações na pele

Clínica Bettina Sanson

A Clínica Bettina Sanson foi planejada para oferecer maior conforto e privacidade aos seus pacientes, por isso, possui salas apropriadas e equipamentos modernos de uso dermatológico e cosmiátrico. Há 23 anos no mercado dermatológico, a Clínica Bettina Sanson conta com profissionais altamente capacitados, desde enfermeiros, médicos e fisioterapeutas e visa um atendimento médico integral e qualificado na dermatologia e cirurgia plástica, além de tratamentos estéticos corporais e faciais.




Adsense (Final dos Posts)