Eno Cultura faz seleção especial para o Dia dos Pais - Joana D'arc

Destaques

Adsense (Abaixo do Cabeçalho)

Adsense (Início dos Posts)

07 agosto 2018

Eno Cultura faz seleção especial para o Dia dos Pais

O Dia dos Pais está chegando e que tal surpreendê-lo com originalidade e elegância? Para isso, a Eno Cultura (www.enocultura.com.br) – instituição de vinhos eleita a educadora do ano 2017 pela WSET (Wine & Spirit Education Trust) - selecionou três vinhos brancos e dois tintos do "Velho Mundo" para tornar a ocasião ainda mais especial.
Nesta seleção, você pode aliar a tradição de regiões muito antigas do mundo do vinho com novidades em termos de vinificação e uvas utilizadas. Qualquer uma delas será uma grata surpresa, ou simplesmente uma bela experiência aos pais que já passaram por estes vinhos!

Segue a seleção exclusiva Eno Cultura


Filipa Pato Cálcario Branco 2013 - (R$ 200,00, Casa Flora): este vinho branco é feito pela autêntica e superpremiada produtora Filipa Pato, na região de Bairrada, Portugal, a partir das uvas locais Bical e Encruzado. Uma combinação de frescor, notas florais e minerais, frutas como pera e teor alcoólico moderado. É um estilo próprio, de região e uvas não tão conhecidas no circuito comercial, para o pai descolado e novidadeiro. 

Franz Künstler Riesling Rüdesheim Berg Rottland GG 2012 - (R$ 530,00, Decanter): a região de Rheingau, na Alemanha, é um dos locais mais prestigiados no mundo para a uva branca Riesling. Franz Künstler faz parte da associação dos melhores produtores da Alemanha, e este vinho tem o status "GG", que é o equivalente a um Grand Cruna Alemanha. Um vinho muito complexo, que pode acompanhar alta gastronomia (sobretudo de frutos do mar), e que está pronto para beber, mas ainda envelhecerá maravilhosamente. Para o pai que gosta de brancos icônicos, e que aprecia vinhos que melhoram com a idade.


Domaine Vacheron Sancerre Blanc 2013 - (R$ 413,00, Zahil): a região de Sancerre fica no Vale do Loire, na França, e seus vinhos brancos são da uva Sauvignon Blanc. O estilo aqui é diferente de vinhos desta uva que geralmente encontramos no Novo Mundo: há muita mineralidade e austeridade, em contraste a um estilo de explosão de aromas de frutas tropicais e notas herbáceas que encontramos frequentemente. Este produtor trabalha com agricultura biodinâmica, e seus vinhos expressam de forma transparente um terroir peculiar. Para o pai clássico e que aprecia iniciativas de extremo respeito ao ecossistema.

Rita Marques Conceito Bastardo 2016 - (R$ 222,00, Belle Cave): aqui temos outra autêntica e ousada produtora de vinhos portuguesa, Rita Marques, mas agora estamos falando de um tinto. Ele é feito de uma casta rara da região do Douro, em Portugal: a Bastardo, que é o nome em Portugal para a uva Trousseau, encontrada em Jura, França. O "Conceito Bastardo" destoa dos próprios vinhos desta região: a cor é mais clara, e os aromas dominantes são de cereja, pimenta branca e especiarias, com acidez alta e taninos baixos. Ao pai que gosta de tintos delicados e fora do tradicional.

Barbaresco Muncagota 2009 - (R$ 580,00, Grand Cru): a denominação de Barbaresco, no Piemonte (norte da Itália), faz vinhos tintos emblemáticos a partir da uva Nebbiolo. Nenhum segredo aqui, nenhuma "originalidade": temos uma expressão sincera de um Barbaresco produzido por uma cooperativa de prestigio, os Produttori del Barbaresco. Cor clara, taninos altos, acidez alta, enorme complexidade de aromas remetendo a frutas vermelhas, sabores terrosos, de cogumelo, trufas e algumas notas animais. Vinho que está pronto para beber, mas que envelhecerá muito bem. Ao pai que aprecia tintos poderosos e complexos.

Sobre a ENO (www.enocultura.com.br)

A Eno Cultura é uma das principais instituições de vinhos, destilados e saquês e certificadora oficial das qualificações WSET (Wine & Spirit Education Trust) e FWS (French Wine Scholar) na América Latina, tendo em seu portfólio a criação de eventos corporativos personalizados e workshops. Sediada em São Paulo, a companhia ministra cursos para profissionais, acadêmicos e apreciadores de vinhos, destilados e saquês em mais de 20 cidades brasileiras, além de países com tradição cultural vinícola, como Uruguai. Fundada por Paulo Brammer e Thiago Mendes, ambos com diploma WSET nível 4 e são juízes de várias competições internacionais.



Adsense (Final dos Posts)