10 dicas para economizar nas compras pela internet antes e durante a Black Friday - Joana D'arc

Destaques

Adsense (Abaixo do Cabeçalho)

Adsense (Início dos Posts)

10 novembro 2018

10 dicas para economizar nas compras pela internet antes e durante a Black Friday


No próximo dia 23 de novembro acontece mais uma edição da Black Friday, data que caiu no gosto dos consumidores brasileiros e vem crescendo a cada ano, por conta dos descontos que podem chegar a até 80%. A expectativa é de um aumento de 15% nas vendas em 2018, segundo dados do E-bit, sendo que as categorias mais procuradas devem ser: eletrônicos (39%), eletrodomésticos (33%), artigos de telefonia e celular (25%), informática (24%), moda (19%) e cosméticos (18%).
Para os compradores, é uma excelente oportunidade para adquirir os produtos que desejam com um preço mais em conta. Pensando em ajudar o consumidor a economizar ainda mais, o Reduza, plataforma que reduz preços em lojas da internet, traz algumas dicas importantes:

1 - Defina o que você quer coprar

O primeiro passo é definir o que quer comprar, para não correr o risco de adquirir algo que não precisa. Navegar na internet em busca de promoções na Black Friday é como andar em um shopping cheio de tentações e isso pode acabar te levando a uma compra por impulso.

2 - Programe-se

Após definir o que irá comprar, o próximo passo é se programar. O tempo é o melhor amigo do consumidor na hora de comprar mais barato, pois permite acompanhar e monitorar baixas de preços e promoções, principalmente em datas especiais como a Black Friday.

3 - Compare e monitore os preços

Encontrou uma super promoção? Cuidado! Neste caso, use as ferramentas da internet a seu favor. Com o Buscapé, Zoom, Google Shopping ou Reduza, é possível comparar o preço de determinado produto e analisar o seu histórico de preço, identificando se o valor é realmente interessante.

4 - Compare e monitore o valor de frete

Os comparadores de preços entregam o menor valor, porém eles não consideram o frete, que pode representar até 40% do valor total de seu pedido, além de variar em até 400% de uma loja para outra. Então, faça o teste do frete em diferentes lojas para encontrar o menor preço. Talvez o produto em uma loja mais em conta não compense o valor que pagará pelo envio.

Outra opção é comprar na internet e retirar na loja. Redes como Magazine Luiza, Casas Bahia, Extra e Centauro já trabalham com esse modelo de entrega e algumas ainda oferecem descontos extras na modalidade.

5 - Use fóruns, grupos e comunidades de promoções e descontos

As lojas realizam diversas promoções que, muitas vezes, não chegam aos comparadores de preços, ou porque o estoque é limitado ou porque as plataformas não acompanham, em tempo real, as ofertas da Black Friday. E aí entra o poder das comunidades, fóruns, grupos de Facebook/Whatsapp, em que as pessoas apaixonadas por promoções divulgam as melhores ofertas 24 horas por dia. Pelando, Hardmob e Promobit são exemplos desses canais.

6 - Acompanhe e-mails promocionais

Por ser um canal de comunicação direta com os clientes, as lojas enviam e-mails promocionais todos os dias, com ofertas e preços exclusivos. Portanto, uma dica é se cadastrar nas newsletters dos estabelecimentos nos quais costuma efetuar suas compras para receber os descontos, pois ali estarão as melhores promoções. Inclusive, durante a Black Friday, muitos comerciantes costumam enviar alertas especiais para a data.

7 - Use cupons de desconto

Com os cupons de descontos é possível economizar até 30% no valor da compra. Hoje, existem muitos sites que disponibilizam esses vouchers, como Cuponomia, Saveme, Cuponeria, Oh Cupom e o Reduza, que faz os testes de cupom de forma automática.

8 - Pague à vista ou com os cartões das lojas

Pagar à vista é sempre mais vantajoso, pois o custo de operação para uma compra parcelada é bem maior. Por isso, a maioria das lojas oferecem descontos de até 15% para quem for pagar à vista (por boleto ou em 1x no cartão de crédito e/ou débito).

Outra maneira de conseguir preços mais atraentes é por meio dos cartões das lojas. Redes como Americanas, Submarino, Carrefour e Netshoes têm seus próprios cartões e preços exclusivos para quem compra com eles. A economia pode chegar a 20%.

9 - Cashback e programas de fidelidade

Existe outra possibilidade que é ganhar parte do valor que pagou de volta. Os programas de Cashback devolvem parte do dinheiro, com o intuito de reter e fidelizar o cliente, fazendo com que ele volte a comprar. As lojas Americanas, Submarino e Shoptime oferecem até 25% de volta, por meio do programa AME.

A compra também pode render pontos/milhas em programas de fidelidade. Para isso, ao finalizar a compra, o consumidor pode informar o CPF para receber esses créditos que futuramente podem ser trocados por produtos ou viagens.



10 - Pare e reflita

E a dica final: antes de pagar o boleto ou fechar a compra, faça uma avaliação e veja se realmente precisa do produto ou se está comprando apenas para não deixar a Black Friday passar em branco. No mais, boas compras!

Sobre o Reduza (www.reduza.com.br)

O Reduza é uma plataforma que traz a proposta de oferecer o menor preço aos clientes de e-commerces. Com apenas um clique você tem acesso ao desconto de forma rápida, simples e totalmente gratuita. Atualmente, são mais de 601 mil consumidores beneficiados, que conseguiram reduzir um total de R$ 120 milhões. A empresa foi fundada no Mato Grosso do Sul, em 2015, e funciona por meio do site e conta também com extensão para navegadores Chrome e Firefox.



Adsense (Final dos Posts)