14 junho 2017

Além do sushi: conheça os benefícios das algas na alimentação




Foi-se o tempo em que as algas estavam presente apenas na alimentação japonesa. Pela riqueza nutricional, cada vez mais as algas marinhas estão ganhando espaço numa dieta saudável e equilibrada. Só para se ter ideia, elas possuem diversos minerais, como Cálcio (são muito mais ricas em cálcio que os produtos lácteos), Ferro e Iodo, além de oligoelementos como cobre, zinco, estrôncio, cobalto, níquel, molibdênio, chumbo, estanho, vanádio, bromo, prata, cromo, bário, lítio e bismuto. Achou exagero? Calma, que tem mais.
O médico Theo Webert, que atua em nutrologia e performance humana, afirma que as algas são também ricas em proteínas, carboidratos e Vitamina A. “Podemos encontrar esses benefícios tanto nas algas da água salgada quanto da água doce”, explica o especialista. Segundo o estudioso, as algas têm uma considerável semelhança com vegetais terrestres, mas elas são formadas por uma estrutura simples, sem caule, raízes ou folhas.
“Se consumidas com regularidade, elas podem agir como um poderoso antibiótico e acabam evitando possíveis formações de tumores, purificam o sangue e ainda ajudam na eliminação de possíveis complicações causadas por toxinas presentes na alimentação”, revela. Além disso, frisa o médico, pela grande proporção de fibras, as algas constituem um complemento ideal nas dietas de emagrecimento. “Além de satisfazerem o prazer de comer, proporcionam a sensação de estômago cheio e saciado pela dilatação da fibra”.
Quem busca nas algas uma fonte de nutrientes pode adquiri-las mais frequentemente em lojas de produtos orientais ou mesmo em casa especializaras em alimentação natural. “Quando consumidas frescas, as algas devem ser deixadas de molho para atenuar sua salinidade. As que são apresentadas em embalagens comerciais já foram previamente lavadas e secas e devem ser deixadas de molho para hidratação e regresso à consistência natural”, explica o médico. No mercado, os tipos mais encontrados são: nori, kombu, hijiki e wakame, todas de origem oriental.
Entre os benefícios das algas, elas auxiliam na diminuição do colesterol e também previnem a arteriosclerose e a hipertensão. “Quando consumidas diariamente as algas marinhas elevam a oxigenação e fornecem uma ação com diversos benefícios sobre diversas partes do corpo, das glândulas, coração, artérias, fígado, rins, além de proporcionarem uma inacreditável força vital”, conta o especialista.
O médico afirma que, além do reequilíbrio nutricional, o consumo equilibrado de algas ajuda no tratamento de reumatismo, auxilia no tratamento da artrite, normaliza a pressão alta, acaba com os casos de prisão de ventre, trata a diarréia, ameniza e ainda auxilia para o fim da bronquite, enfisema e reequilibram as funções da tireoide.



JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL