.

English German Spain Italian Portuguese Japanese

Filosofia Mayr Kur promete limpeza e desintoxicação do aparelho digestivo

| |

18 março 2017


Considerada um dos maiores problemas de saúde da atualidade, a obesidade está associada a inúmeras doenças. Para o médico austríaco Franz Xaver Mayr, a maior parte dos problemas que acometem a saúde são derivados da má alimentação e digestão. Nesse contexto foi desenvolvida a filosofia Mayr Kur (nome do médico + cura em alemão) que se baseia em três pilares: desintoxicação do sistema digestivo, alcalinização e reeducação alimentar priorizando uma dieta alcalina e com intensa mastigação dos alimentos.
No estudo o austríaco constatou que a maior parte do nosso sistema imunológico fica na região do aparelho digestivo, portanto é preciso tratar bem dessa parte do corpo. Isso pode ser feito através de uma alimentação equilibrada, comendo somente o necessário e mastigando bem os alimentos. A desintoxicação é obtida com o uso do Sal Amargo, um purgativo de baixo custo que é facilmente encontrado nas farmácias. A alcalinização, além de ser obtida pela dieta, deve também ser potencializada com o uso do Pó Básico, produto este que passa a ser comercializado no Brasil a partir de 23 de março (http://pobasico.com.br/). Dentro da "dieta" Mayr Kur o Pó Básico tem as funções de alcalinizar, aumentar a saciedade entre as refeições e repor os sais minerais que serão perdidos na ação do Sal Amargo.
Para a nutricionista Andréa Fernandes, especialista em Nutrição Clínica pela UFF, uma alimentação adequada promove integridade da mucosa intestinal, ou seja, forma uma barreira íntegra evitando a entrada de toxinas e microorganismos de várias fontes. “É conhecido que 70% da nossa imunidade provém da nossa saúde intestinal. Portanto, uma alimentação rica em produtos industrializados, excesso de açúcares, proteínas e gorduras aumenta a permeabilidade dessa barreira, alterando a microbiota saudável e consequente predomínio das bactérias patogênicas sobre as benéficas”, comentou.
A profissional ressaltou ainda que a dietoterapia consiste em reeducação alimentar: consumo de vegetais ricos em FOS (chicória, alho, alho-poró, cebola, frutas, castanhas); alimentação rica em fibras (cereais integrais; maçã, morango, aveia, quinua); diminuição do consumo de carboidratos refinados (pão, macarrão, qualquer fonte de farinha branca e açúcares); ingerir menos carnes vermelhas, leite e produtos ricos em proteínas e de difícil digestão. “Beber água e exercícios físicos são ideais para aumentar a motilidade intestinal”, acrescentou Andréa.
Não é novidade que a atividade física estimula e mantem a saúde do corpo. O que é cada vez mais comprovado é que a prática não fortalece apenas o coração e os músculos, mas também a capacidade mental.


"O aumento da aptidão física reduz as chances da pessoa desenvolver doenças crônico-degenerativas como a osteoporose, hipertensão, doenças coronarianas e diabetes, além de diminuir também o risco de desenvolvimento de transtornos psiquiátricos como ansiedade e depressão. Outra grande vantagem da atividade para a saúde mental é a sua relação com o aprendizado e a memória. Além disso, como a prática de exercícios define o corpo, melhora a postura e até o aspecto da pele, a pessoa que faz atividade física melhora a autoestima e aumenta o seu bem-estar", explicou Felipe Fagundes Moore que é especialista em musculação e treinamento de força, dono da Life Studio Personal, em Icaraí.
A “dieta” da filosofia Mayr Kur é bem restritiva e privilegia alimentos alcalinos já que eles são capazes de reequilibrar o corpo, trazendo o PH sanguíneo para alcalinidade e diminuindo a acidez no sangue. Alguns alimentos desse tipo são: beterrabas, nabos, cenouras, rabanetes, repolhos, brócolis, espinafre, acelga, alho, limão, pepino, aipo, maçã, abacate e uva, por exemplo.

© JOANA D'ARC - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Digital Mix Design.Tecnologia do Blogger.