.

English German Spain Italian Portuguese Japanese

PERFUME MASCULINO OU FEMININO? ENTENDA AS DIFERENÇAS

| |

11 agosto 2016


No vasto universo das fragrâncias, é a personalidade de homens e mulheres que ganha da diferença de gêneros
A perfumaria é um gesto de agrado de si mesmo, atitude indispensável para a maioria dos homens e das mulheres que se amam. Com diversas opções de fragrâncias para deixar qualquer um refrescado e cheiroso, saber diferenciar um perfume masculino de um perfume feminino já não é tarefa fácil, pois a introdução de notas ambíguas que podem compor perfumes para todos os sexos e até mesmo versões unissex está confundindo muitos narizes.
No passado, os perfumes faziam parte dos estereótipos dos gêneros, de forma que os perfumes femininos eram adocicados, delicados e florais, características que eram atreladas a personalidade da mulher. Já os perfumes masculinos eram tipicamente fortes e marcantes, com a propriedade de durar bastante tempo, próprio para um homem que deveria ser trabalhador, másculo e sedutor.
Embora os rótulos felizmente tenham se enfraquecido ao longo do tempo, ainda existem diferenças presentes nas essências de cada perfume, respeitando especialmente as diferenças biológicas entre as peles das mulheres e dos homens, que absorvem o perfume de maneiras distintas. A pele masculina é mais oleosa devido à produção do hormônio testosterona, o que provoca uma fixação muito melhor do produto em comparação com a pele feminina.
Além disso, pesquisas afirmam que existe uma grande diferença entre o pH da pele masculina e feminina: o suor da mulher apresenta pH 7, que é neutro, enquanto que o masculino apresenta pH 5,6, mais ácido. Devido a esse fator, os perfumes para o homem devem ter o cheiro prolongado, o que é garantido usando notas fortes e de difícil volatilização na essência para que o aroma não vá embora rápido demais, como âmbar, patchouli e musgo.

PRINCIPAIS DIFERENÇAS ESTÃO NA PERSONALIDADE DE CADA UM

A composição química dos perfumes masculinos e femininos é exatamente a mesma: óleos essenciais, água e álcool. A diferença entre uma fragrância para ele ou para ela é a concentração das essências e as fragrâncias utilizadas em cada frasco, fazendo com que a escolha do perfume predileto para cada um seja motivada por pelo gosto pessoal, ocasiões e estado de espírito na hora da compra.
São as experiências pessoais que fazem com que as pessoas gostem de cheiros diferentes. Isso porque o sentido do olfato envolve sistemas muito primitivos do cérebro, sendo indissociável de memórias olfativas presentes na infância, durante uma viagem e outras oportunidades ao longo da vida. Assim, a escolha de um perfume é totalmente consciente e muito particular, já que a fragrância reflete a história de cada um.
É comum que as mulheres possuam muito mais frascos de perfume do que eles, pois elas tendem a se preocupar mais com a aparência e mudar frequentemente de humor, enquanto que, para os homens, muitas vezes os odores estão relacionados à sedução e à presença marcada. Devido a esta tonicidade de personalidade, quem fabrica os perfumes mais cobiçados aposta em combinações de essências capazes de agradar diferentes perfis de homens e de mulheres, fazendo dos perfumes ícones do desejo para ambos os sexos.
Fragrâncias como a baunilha são consideradas universalmente apreciadas, devido a uma associação positiva a odores que remetam aos tempos de criança. Presentes em perfumes dos
mais densos aos mais exóticos, ela é muito bem aceita no guarda-roupa feminino e masculino, pois, misturada aos demais elementos da perfumaria, acrescentam um toque especial ao corpo que está revestido com o odor.
Após a desconstrução de padrões culturais e a compreensão dos gêneros, as formas de se fabricar um perfume mudaram. Se antes os florais que deixavam a sensação de talco na pele, mais convidativo e delicado, eram fragrâncias exclusivamente femininas, hoje elas já podem ser sentidas nas peles dos homens, embora os florais brancos como a jasmim e o lírio ainda sejam dedicados ao universo feminino.
Tudo isso comprova que além da personalidade que está dentro do frasco, o aroma também confere algo a mais na pessoa que o usa, independente de ser um perfume masculino ou feminino. Atualmente é cada vez mais comum as mulheres usarem perfumes com essência amadeirada e os homens perfumes adocicados. Tudo depende da personalidade e do estado de espírito de cada um ao borrifar o produto pelo corpo.

PERFUMES UNISSEX

Na longa história da perfumaria, os perfumes começaram a existir sem distinção de gêneros; tanto homens quanto mulheres usavam as mesmas fragrâncias extraídas de flores, frutas, madeiras e até mesmo de animais. A compreensão da sexualidade humana é que separou os estilos de perfume, determinando fragrâncias adequadas para ele e para ela, mas, graças a novas percepções sobre o assunto, os perfumes perderam a exclusividade do gênero. Agora, homens e mulheres têm a liberdade de escolherem muito mais do que a fragrância favorita, e também podem celebrar livremente todas as decisões de suas vidas.
É por isso que a moda dos perfumes unissex está voltando com tudo! Os odores aliam principalmente fragrâncias cítricas, chipres e especiarias, que encorpam e trazem frescor, sensações apreciadas tanto pelo público feminino, quanto pelo masculino. Além disso, eles são apostas certas para o dia ou noite, podendo ser usado em qualquer ocasião. As notas de bergamota, limão, laranja, grapefruit e de ervas como o alecrim, sávia, lavanda e menta estão presentes na composição desses exemplares, que representam não só a possibilidade de combinações, mas também as semelhanças entre os gostos dos amantes da perfumaria.

© JOANA D'ARC - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Digital Mix Design.Tecnologia do Blogger.