.

English German Spain Italian Portuguese Japanese

Os 5 vilões da realização dos sonhos

| |

15 janeiro 2016




Olá!!
Com a chegada de 2016, aumentam as esperanças e a vontade de realizar os sonhos, sejam eles quais forem. A escritora e coach de alta performance Paula Abreu, criadora do “Programa Escolha Sua Vida”, pelo qual já passaram 800 pessoas, ensina como vencer os vilões que se colocam no caminho entre os sonhos e a realização. “Muitas vezes, é preciso tomar uma atitude que não nos permite voltar atrás, e isso dá medo”, conta a coach, que também destaca o medo de tomar uma nova iniciativa e realmente dar certo. “Algumas pessoas deixam de agir não por medo de fracassar, mas exatamente por medo de dar certo, já que poderão ser alvo de críticas ou inveja, por exemplo”, conta. Estes e tantos outros motivos podem levar as pessoas a não agirem de forma definitiva em busca dos sonhos. “A princípio, é difícil sair da zona de conforto, mas quando você sai, você se acostuma a ter sempre um desafio adiante”, explica. A escritora fez uma lista com os cinco maiores vilões da realização dos sonhos, e explica como vencê-los.

1-Rota de fuga


Segundo Paula Abreu, a existência de uma rota de fuga para o seu plano funciona como uma alternativa de voltar à rotina de antes. A coach lembra histórias de séculos atrás, quando alguns desbravadores tinham seus barcos queimados pelos próprios comandantes, para que só restassem duas opções: vencer a guerra ou morrer. “Se sempre deixarmos espaços para recuar, também permitimos a hesitação, o medo e auto sabotagem”, alerta a coach.

2-Procrastinação

O que mais atrapalha a realização de um projeto pessoal ou os passos para mudar o rumo da carreira, por exemplo, é a procrastinação. A escritora explica que procrastinar é diferente de ser preguiçoso. “Muitas vezes estamos trabalhando demais, realizando projetos que não nos interessam realmente e não descansando no sofá, mas acabamos optando por viver em uma rotina que nos deixa enclausurados”, conta. Paula também destaca que é possível praticar a procrastinação produtiva. “Se você se dedicar a vários projetos ao mesmo tempo, você pode se dedicar a algo paralelo no momento em que se cansou de fazer um deles, e assim se dedicar a atividades que possam futuramente fazer parte da atividade adiada, como ler livros ou buscar fontes de inspiração”.

3-A espera pelo momento perfeito

É comum acreditar que, para realizar qualquer sonho que permita atingir a realização e felicidade, são necessárias condições perfeitas. “Esperar os filhos crescerem, ou a renda aumentar, ou aguardar o sentimento de estar preparado acaba gerando ainda mais procrastinação, como se a pessoa estivesse apertando o ‘snooze’ interno”, explica a coach. É importante começar a agir sem esperar. “A hora é agora. Você não precisa de um equipamento caríssimo para filmar, ou tintas especiais para pintar, nem um lugar especial para poder se inspirar. Comece assim mesmo e o resto se ajeita pelo caminho”, aconselha.

4-O tempo, ou melhor, a falta dele

A habitualidade de certas coisas faz com que tenhamos a percepção do tempo como algo quantitativo. Paula Abreu explica que a forma linear com que encaramos o tempo faz com que deixemos de lado a visão qualitativa e passamos a enxergá-lo como quantitativo. “Além de nos esquecermos de que a intensidade com que vivemos o tempo é mais importante que a quantidade, também esquecemos do conceito cíclico com que nossos antepassados mediam o tempo, em fases da lua e estações do ano”, destaca. Segundo a escritora, enxergar o tempo em forma de ciclos faz com que possamos enxergar determinadas atitudes como novas etapas, em vez de “passos para trás”, como alguns enxergam a perda de um emprego, por exemplo.

5-As críticas

Quando se luta por aquilo em que se acredita, e quando se procura viver uma vida que foge dos padrões que muitos da sociedade enxergam como “normal”, as críticas serão inevitáveis, conforme a escritora explica com base em sua própria experiência. “Quando você tem clareza sobre sua vida e firmeza sobre os seus valores, as críticas deixam de te afetar e passam a ser apenas opiniões de quem pensa diferente de você”, ensina. “Se alguma das suas companhias impede o seu desenvolvimento e sua busca profissional, talvez seja melhor se afastar deste tipo de companhia”, finaliza.



Com essas dicas com certeza tudo dará certo. Boa sorte!!




© JOANA D'ARC - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Digital Mix Design.Tecnologia do Blogger.