28 julho 2015

UM DIÁRIO GEEK






 Convido todos a conhecerem o blog da Nanda Siqueira ela tem 18 anos. É apaixonada por literatura, cosplayer,geek,amante da cultura japonesa, e visual geek/kawaii.
Aproveitem para ler a resenha que a Nanda fez do meu livro.



Link:







Leia Mais ››

26 julho 2015

Meu anjo





Nunca me esqueci de suas lágrimas
e tua imensa dor,
com um coração divino
e alma humilde.
Olhar triste e face angelical,
anjo iluminado,
veio dos céus para minha vida.






Leia Mais ››

24 julho 2015

Prometa




Caminhando por vales tristes,
onde a liberdade não existe.
Jure que sentirá minha falta
e prometa ficar ao meu lado.
Viva e seja feliz....




Leia Mais ››

22 julho 2015

Coração partido





Alegrias e tristezas,
são sentimentos jamais esquecidos
na terra,
dos corações solitários
e partidos.




Leia Mais ››

20 julho 2015

Melancolia




Sob o céu azul,
a vida se torna poesia.
Saudade meu maior martírio...
Aprendi com o tempo
a conviver com a
melancolia.




Leia Mais ››

19 julho 2015

Anjo de luz




Anjo piedoso com luz fantástica,
me libertou do vazio,
e das trevas que eu me 
encontrava.
Com sua paixão iluminou
minha vida.



Leia Mais ››

17 julho 2015

Parceria nova




Bom Dia!!!!
Estou aqui hoje para apresentar minha nova parceira a Bru Barale, dona do blog  http://www.brubarale.blogspot.com.br/
Blog que te informa sobre maquiagem e moda, e um pouco de poesia.
Leia Mais ››

13 julho 2015

Revista Entrementes de Inverno




Enfim a revista saiu on-line!!! E em primeira mão estou enviando o link para que apreciem o trabalho. Espero que gostem da revista, foi feita com muito entusiasmo e dedicação. Infelizmente não será impressa por falta de verba, mas a de setembro irá para a gráfica. Conto com a colaboração de todos para divulgar nas redes sociais o link da nova revista:



Obrigada!!

Leia Mais ››

10 julho 2015

Loucura X Amor





Pessoal hoje revirando meus arquivos, achei um texto que adoro. E vou dividir com vocês. Espero que gostem:




A Loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua casa.
Todos os convidados foram. Após o café, a Loucura propôs:
- Vamos brincar de esconde-esconde?
- Esconde-esconde? O que é isso? -
perguntou a Curiosidade.
- Esconde - esconde é uma brincadeira. Eu conto até cem e vocês se escondem.
Ao terminar de contar, eu vou procurar, e o primeiro a ser encontrado
será o próximo a contar.
Todos aceitaram, menos o Medo e a Preguiça.
-1,2,3,... - a Loucura começou a contar.
A Pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer.
A Timidez, tímida como sempre, escondeu-se na copa de uma árvore. A Alegria correu para o meio do jardim.
Já a Tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local apropriado para se esconder.
A Inveja acompanhou o Triunfo e se escondeu perto dele de baixo de uma pedra. A Loucura continuava a contar e os seus amigos iam se escondendo.
O Desespero ficou desesperado ao ver que a Loucura já estava no noventa e nove.
- Cem - gritou a Loucura. - Vou começar a procurar.
A primeira a aparecer foi a Curiosidade, já que não aguentava mais querendo saber quem seria o próximo a contar.
Ao olhar para o lado, a Loucura viu a Dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar para melhor se esconder. E assim foram aparecendo a Alegria, a Tristeza, a Timidez...
Quando estavam todos reunidos, a Curiosidade perguntou:
- Onde está o Amor?
Ninguém o tinha visto.. A Loucura começou a procurá-lo.
Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedra
s e nada do Amor aparecer.
Procurando por todos os lados, a Loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito.
Era o Amor, gritando por Ter furado o olho com um espinho!
A Loucura não sabia o que fazer. Pediu desculpas, implorou pelo perdão do Amor e até prometeu segui-lo para sempre. O Amor aceitou as desculpas...
Hoje, o Amor é cego e a Loucura o acompanha sempre.




Leia Mais ››

08 julho 2015

Sábia





Caminho livre,
depois de muito sacrifício.
Me sinto renovada,
um pouco mais sábia.




Leia Mais ››

06 julho 2015

Triste





Inimigos irreais,
verdades corrompidas.
Lágrimas sem redenção,
e no entanto,
tristes são as
lembranças...


Leia Mais ››

04 julho 2015

Silêncio da dor




Meu coração chorava,
enquanto eu permaneço 
em silêncio profundo.
E hoje,
meus versos simples são
retratos de uma 
alma sofrida.



Leia Mais ››

02 julho 2015

Tempo




O tempo foi cruel,
e isso me fez forte.
A vida me ensinou 
a ser paciente,
governante do meu coração.



Leia Mais ››

JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL