30 junho 2015

Me salve





Procurando minha liberdade,
me tornei prisioneira.
Me afoguei em desespero,
esperando que alguém
me salvasse.


Leia Mais ››

28 junho 2015

Resenha Nuclear Story



Se você gosta da Saga de Arddhu, convido você leitor a dar uma passada no blog Nuclear Story e ler a resenha do livro Arddhu e o mistério da lua.





Link da resenha:




Leia Mais ››

26 junho 2015

Ama




Amor infinito,
não me deixe nesse martírio.
Direi ao mundo
que esquecerei de tudo,
pois o destino de quem ama
é jamais sofrer.

Leia Mais ››

24 junho 2015

Renunciar




Triste e ausente,
sentada aqui olho o mar,
e a angustia persiste.
Tento renunciar a dor,
mas as sombras dentro de mim
me impedirão.


Leia Mais ››

20 junho 2015

Iluminada




Trilhando o meu caminho,
me vi entre dois mundos.
onde a luz deu um fim,
a escuridão que me envolvia.
E o amor aqueceu meu coração,
a luz e eu,
hoje somos um só.



Leia Mais ››

18 junho 2015

Sofro





Pensamentos patéticos,
e uma linda visão do mar.
Sofro e o que sinto,
não consigo
arrancar do peito.



Leia Mais ››

16 junho 2015

Ecos





Solidão,
eterna lembrança de um 
sonho obscuro.
Lamentos se tornaram ecos
em minha mente,
e o medo me persegue.



Leia Mais ››

14 junho 2015

Orvalho




Aqui nesta cidade gelada,
escuto musicas perdidas
entre lágrimas.
Olho o céu e sinto,
o orvalho da manhã,
transformando tudo
em versos.



Leia Mais ››

12 junho 2015

Temor




Aprisionada aqui,
tudo se tornou apenas momentos.
Neste pântano que se tornou
minha vida,
enlouqueci muitas vezes.
E comecei a
temer eu mesma.




Leia Mais ››

10 junho 2015

Milagre




Anjos brincavam alegres 
na noite enluarada.
Meus olhos iluminados pela lua,
fiz um pedido.
E um milagre aconteceu.
O céu te trouxe para mim...




Leia Mais ››

08 junho 2015

Resenha nova



Meus queridos leitores,convido a todos a lerem a nova resenha do meu livro " Arddhu e o mistério da Lua".Feita pelo blog " As ultimas folhas do outono".

Link:


Leia Mais ››

03 junho 2015

Esquecida



Procuro ser vista,
pois muitas vezes,
ninguém me viu.
Luto para não ser esquecida,
mas temo que isso
já aconteceu
enquanto estava viva.



Leia Mais ››

01 junho 2015

Tudo




Sozinha perdida entre vários segredos
e lembranças dolorosas.
Sinto a tempestade que se aproxima
e me joga no abismo.
E de lá,
olho para a Lua
e percebo que nem tudo
é poesia.



Leia Mais ››

JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL