01 setembro 2013

Delírios de poeta



Noites estreladas
me trazem lembranças
de meu amor impossível.
Saudade do tempo
que o céu era a nossa casa.
Saudade é a dor do adeus,
que se torna delírios de um poeta.



JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL