31 março 2012

Desperdiçando amor



Cicatrizes pelo corpo,
marcas de desilusões amorosas.
Hoje,
percebo que só
desperdicei meu amor
com as pessoas erradas.
Descobri que joguei
fora boa parte 
de minha vida.

29 março 2012

Deserto



Vagando pelo
deserto que se
tornou meu coração.
Procuro encontrar
um motivo,
para não desistir.

27 março 2012

Fim


O fim do mundo
chega enfim e
vêm a mim.
Finalmente serei livre,
e deixarei de ser
solitária e triste.
Enfim,
minha tortura acabará.

25 março 2012

Lua


Uma vez,
encontrei a Lua e a guardei.
Fria e misteriosa, 
a Lua sagrada que
nos velas de noite.
Porque sois tão triste,
se vives na luz?

23 março 2012

O silêncio do sonho



Sonhando na noite escura,
me perco e me
esqueço de tudo.
O sofrimento existe e é
silencioso.
Até parece um rio
monótono.

21 março 2012

Entrevista com o escritor Edmilson Pontes



Joana D'arc entrevista o escritor carioca   Edmilson Pontes.

1-O que te motivou a começar a escrever?

O desejo intenso, a vontade superou as dificuldades e minha imaginação nata.

2-Quantas obras você tem publicadas e quais são elas?

Tenho cinco obras em editoras virtuais, agora todas estão no site do bookess. São elas; Herdeiros do infinito 1 e 2, A emoção escura, Sonho de namorar é jogo mortal e Projeto raça pura.

3-Como você escolhe o nome de seus livros?

Isso depende do enredo da historia, mas gosto de fazer tanto os nomes, como as historias em si, com muita originalidade.

4-Escrever um livro não é fácil, e tem que ter muita dedicação. De onde você tira suas forças?

Como disse antes do desejo, você realmente está certa, escrever qualquer obra é um trabalho intenso, no meu caso se torna muito pior, pois gosto de incrementar situações diversas  onde o suspense, o romance e a aventura estão presente. Fico abismado, pois tem pessoas que fazem musicas bestas por ai, e o nosso trabalho feito com suor e dedicação não é bem valorizado, isto é uma pena nesse país, mas em breve, se Deus quiser, publicarei em outros países.

5-Quais são os desafios que você tem enfrentado como escritor?

Eles são muitos; o preconceito é um deles, principalmente dos amigos e dos familiares, todo mundo põe na idéia que para ser um bom escritor a pessoa deveria ser letrado ou ter boa situação financeira já ser famoso e etc,...

6-Tem algum projeto para este ano? Qual?

Para esse ano não vai dar, mas pretendo fazer Herdeiros 3 para o ano que vem, e publicar a emoção escura pela modo editora.

7-Como você se vê no futuro?

Escrever tem me ajudado muito mesmo, aumentou a minha estima e me deu coragem para enfrentar os desafios desse mundo tão injusto e competitivo, me vejo melhor no futuro se continuar com as mesmas idéias.

8-Você tem algum sonho? Qual?

Vê qualquer obra minha se tornar um filme!

9-Qual seu maior conflito?

Tenho um lado obscuro e negativo, mas o ensino do amor tem me fazendo enxergar o mundo por outro ângulo.

10-O que você faz para se diverti?

Escrever e ver filmes e etc... Pouca coisa por enquanto, mas quem se prontifica a sair comigo, assim poderíamos nos divertir muito...há, há!!

11-Como você se define?

Defino-me como um visionário, que vê alem disso tudo, me considero crente do cosmo e de Deus supremo, justo e fraterno não de um Deus maligno e contraditório.

12-Deixe uma mensagem para os leitores.

Meu nome é Edmilson Pontes e sou escritor de ficção cientifica e fantasia. Pessoal!!! adquiram meus trabalhos, votem neles, me de força, acreditem em mim e nessa menina especial chamada Joana D'arc, nossas obras estão disponíveis e acessíveis a todos cada qual com um estilo.


Para mais informação:







20 março 2012

Chega de preconceito



No Brasil, muito se fala de uma Democracia perfeita. Mas isso existe? Infelizmente não.
Em algum lugar ou em algum momento de sua vida, você irá acabar sendo vitima de algum tipo de Preconceito. No entanto, as pessoas fingem não ver e preferem não discutir.
Temos que admitir que no Brasil existe sim Racismo,Preconceito. Chega de hipocrisia.
Seja honesto, você já sofreu algum tipo de preconceito? Eu já.
Aqui na minha cidade, minhas irmãs e eu fomos no Museu e um dos seguranças chegou em nós e perguntou:
- De que favela vocês são?
E também, as vezes entramos em lojas e algum funcionário começa nos seguir.
E infelizmente, na minha cidade Embu das Artes no dia 16/03/2.012, um senhor chamado Ivan foi covardemente agredido por ser  negro. Essa não é a primeira vez que um negro é discriminado, mas será a ultima?
Ontem no programa do Datena, teve uma pesquisa: No Brasil existe preconceito?
Sim 6.581 e Não 326. Se você for vitima de preconceito denuncie.

"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra."

(Bob Marley)

18 março 2012

Procuro



Será que eu 
procuro a felicidade?
Não sei o que
estou procurando,
por isso,
continuo minha jornada
por essa vida vazia.

16 março 2012

Além


De madrugada,
vi a face da morte.
De repente,
me vi rodeada
pelas trevas.
Enfim, minha
realidade hoje
é viver a eternidade
no além.

14 março 2012

Ensino da vida



Me desapeguei do passado,
aprendi a me perdoar.
Todos tem o que 
nos ensinar,
até aqueles que nos magoaram.
Agora, sem medo
algum me liberto e vou
me revelar  ao mundo.

12 março 2012

Angustia


Angustia no peito,
saudade que dói.
Vivo de lembranças
de quem eu amei.
Oh! Meu amor!!
Porque me deixastes
e fostes com a morte?

10 março 2012

Insana



Diante do espelho,
vejo minha face
triste e louca.
Feroz e insana me
 atirei do penhasco sombrio.
Sozinha mergulhei
em meu sangue e
afoguei-me em
lágrimas.

08 março 2012

Desespero Lúgubre



Na poera do meu
destino louco,
jamais vi ou senti pavor.
Minha vida me aprisionou,
entre milhões de acorrentados,
no desespero lúgubres
de túmulos de 
almas mortas.

06 março 2012

Poesia é vida


Preciso de poesia
para manter minha
consciência viva.
Minha vida sem 
poesia é como 
um jardim de
rosas e folhas 
murchas ao vento.
E eu, me 
sentiria inútil.

04 março 2012

Meu aniversário 06/03/2.012


Quando eu vim morar na cidade e Embu das Artes, o jardim da Luz era só mato,tinha a minha casa e umas duas. E também existia o mito do homem que se suicidou ou foi assassinado em minha casa.
Nós eramos muito pobres,mas nunca chegamos a passar fome. Minhas irmãs e eu não tínhamos brinquedos, e nós fazíamos bonecas de espiga de milho, brincávamos com girinos, subíamos em arvores, e ajudávamos minha mãe a fazer colorau. Minha infância foi humilde,mas muito boa.
Quando a época do meu aniversário chega, eu costumo ficar muito melancólica, e dessa vez comecei a relembrar o passado. Na minha vida tive três grandes perdas.
A primeira foi, meu avó. Quando ele faleceu, ele já não enxergava,ele só tinha um olho. E a lembrança que tenho dele é: Ele sentado horas em sua cama,com um elefantinho rosa,que quando puxava a corda, ele tocava musica. Tem dias que essa imagem não sai de minha cabeça.
A segunda foi minha irmã, a ultima lembrança que tenho dela é: Eu descendo as escadas,ela vai e começa a gritar:
- Tchau meu amor!!!
Sabe o meu maior arrependimento,foi não ter dito a ela o quanto eu a amava. Este foi o ultimo dia  que vi minha irmã sorri.
A terceira foi minha prima, a ultima vez que falei com ela foi no aniversário dela, e algumas semanas depois, ela partiu.
Nesses meus 26 anos, aprendi que a vida nos deixa marcas, e algumas dessas marcas vão doer para sempre. E a unica coisa que podemos fazer é seguir em frente. E que a cada renascer do Sol nós também renascemos junto com ele.



03 março 2012

Reino das sombras



Pétalas de rosas
entre minha 
figura pálida.
Tão serena e
calma fui desaparecendo
sobre os olhos
do reino das sombras.

01 março 2012

Nebulosas


Gosto de olhar o
céu de noite,
ver as lágrimas 
das estrelas solitárias.
Escuras nebulosas
sobre o luar,
e meu olhar 
perdido no céu.