30 abril 2012

Amargura



No fundo,
escrevo sobre uma amargura
que sinto e me causa dor.
Invisível,
diante de minha lápide
vejo espíritos,
gritando de dor.
Esperar que sejamos
libertos é o que resta.

JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL