29 julho 2011

Prisão


Nostalgia melancólica,
estrela sem brilho.
Mundo de vidas perdidas,
enlouquecida prisão,
sem perdão.


27 julho 2011

Célebre



Longe do céu
e das estrelas.
Minha vida,
minha paz,
meu anjo,
ilumina o luar,
sem fim.
Célebre estrela,
não fujas,
de meu amor.

25 julho 2011

Companheira



Agora, no vale das trevas,
minha companheira é a dor.
Em algum lugar,
silêncio infinito.
Vontade de chorar,
dor sem remédio,
quero morrer,
mas a vida não deixa.

23 julho 2011

Brinde aos rejeitados




Você já se sentiu sozinho? Excluído? Sim? Eu também,sinto isso todo dia.
O pior,é quando seus "AMIGOS" fazem isso.Quando aquela pessoa,que você considerou da familia te vira as costas.Mas,as vezes,eles aparecem na sua casa ou mandam emails,para provar para você,que eles ainda não te esqueceram totalmente.Mas sabe, essa amizade já não é aquela que você conta tudo,agora é fria e distante.
Mas,a minha dor é saber que minhas IRMÃS também fazem isso comigo.O que eu mais escuto aqui é:"Você é chata." ou "Você é um saco."
O que eles não conseguem entender,é que eu vejo o mundo de uma forma diferente.Se eu sair,é para me divertir e não me destruir. Eu goto de falar de assuntos serios e não de batom.
Ontem,eu perguntei as minhas irmãs:"Quando vocês morrerem,quem irá chorar sua morte?"
Elas responderam que o povo da nossa familia. Eu respondi:"Porque vou chorar a morte de alguem, que me excluí e me acha chata?"
Quando eu morrer,acho que só duas pessoas vão  chorara minha morte, e o mais engraçado é que nenhuma tem meu sangue...


"Mentira por mentira eu prefiro ficar só."
(Danni Carlos)

22 julho 2011

Lágrimas do passado


Abismo profundo,
melancolia e lamentos.
Lágrimas nos olhos,
minha alma morreu...
Sonhava em ter uma
vida grande,cheia de
alegria,serenidade e amor.
Fui pequena e não consegui.
agora sonhar nunca mais.

17 julho 2011

Meu novo livro: "Na estrada da vida"


Na estrada da vida
amamos e sofremos
esperando o dia de
ser feliz.
Todos somos
responsáveis pelas nossas
aflições e decepções.
Divirta-se procurando o
amor e a alegria
de viver hoje,pois
amanhã pode ser tarde.
Vá! Siga em frente,
irradie sua luz e
descubra que nunca é tarde para
aprender a viver.




*LINK PARA QUEM QUISER COMPRAR O LIVRO:


13 julho 2011

Poeta condenado



Minha saudade!!!
Medo e renúncia
dentro de mim.
Perdida na sombra
da tristeza,
estou morta...
Vida desabitada,
cheia de angústia,
forças inúteis.
Pota condenado,
pelo espirito do pânico.

11 julho 2011

Perdida na tristeza


Tristeza amiga,
misterioso apelo.
Noites vazias
passando,fugindo.
Sofrendo perdida,
inexistente.
Esquecida e talvez perdida.
Nos poemas,
deixei minha agonia fria,
para ti..

08 julho 2011

Alma perturbada



Vi e senti almas,
e de noite sofro com isso,
elas não conhecem a luz.
Loucura!!!!
Será esse meu destino?
Eu deveria ajoelhar e rezar!!!
Na madrugada visões
me atormentam.
Trágico sofrimento,
cheio de lágrimas dolorosas.
Porque eu?
Não aguento mais....
Será que algum dia,
encontrarei a luz e a paz?

05 julho 2011

Skinheads

Os  Skinheads  são conhecidos pela aversão a negros,nordestinos,homossexuais e etc.Hoje em dia eles ainda tem alguns redutos no centro.
E as vezes nos deparamos com casos de pessoas agredidas ou mortas por esses ignorantes.
É uma pena que ainda existam um "punhado de loucos",seguidores de Hittler.Diziam que o lema deles é "Deus,pátria e família".
Li na revista Veja de 16/02/2000 o sociólogo Kahn,onde ele afirma que os carecas,os Skinheads são baderneiros,violentos e estúpidos o suficiente para representar um perigo a solta.
É uma pena ver que de nada adiantou o sonho de Martin Luther King.
Brasileiro não admite ser preconceituoso,afinal na constituição fala de igualdade.Mas será verdade?

03 julho 2011

Ultimo suspiro




De noite,
o escuro,
trevas nos meus olhos.
Eu fiquei com medo,
caminhei na noite,
uma vida.
Na noite,
a tempestade
me amaldiçoa.
Sozinha com a morte,
meu coração palpita.
Eu dei meu ultimo suspiro
e senti a vida me deixar.

01 julho 2011

Lamentações




Olhando o passado
sei que sofro.
Desesperada nada
posso fazer.
Minha fraqueza
é estar sozinha,
lembranças de lamentações
continuam passando.