.

English German Spain Italian Portuguese Japanese

CVV - Centro de Valorização da Vida

| |

10 agosto 2011


Existem, várias formas, de se viver o luto. Alguns, expressão sua dor, já outros preferem sofrer calados. E, isso não é nada bom, por causa disso muitos acabam entrando em depressão.
O meu luto, foi sofrer sozinha, eu esperava todos irem dormir para poder chorar minha dor, sem dar explicações. Mas, eu mudei muito e as pessoas começaram a comentar, minha família me levou a um psicologo, que me indicou terapia em grupo.
A terapia em grupo era todas as sextas - feiras, uma hora. Eu fugi de lá, pois não suportei o olhar daquelas mães. A sala ficava ao lado do pediatra. Algumas vezes, eu passava pelo corredor e algumas mães agarravam seus filhos, como se eu tivesse uma doença contagiosa, as vezes, eu tinha vontade de gritar. Mas só conseguia chorar.
Por esses motivos, confesso que fiz várias ligações para o CVV. Eu não tinha com quem conversar. È estranho, mas foi fácil falar com um estranho sobre meus sentimentos, por isso que liguei várias vezes.
Em uma de nossas conversas, eu falei sobre um comercial que tinha na TV naquela época, com a musica do Raul Seixas. Não me lembro o que falava no comercial, mas lembro que sempre que passava, eu chorava.
O CVV é um trabalho humanitário que tem por objetivo a valorização da vida e a consequente prevenção do suicídio, em que voluntários se dispõe 24 horas todos os dias a conversar com pessoas que precisam. Então, se você precisa de alguém para conversar ou simplesmente para te escutar ligue: 141.
O CVV faz campanhas pala internet, entre no site e dê uma olhada.  WWW.CVV.ORG.BR




© JOANA D'ARC - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Digital Mix Design.Tecnologia do Blogger.