15 junho 2011

Mundo desigual



Um anjo eu sou,
meu nome é humilde.
De presente te darei o sol,
e ficarei com a sombra fria.
Chorar,chorar e voltar a dormir.
Dói a culpa sobre mim.
Mundo desigual,
cheio de feridas e lágrimas
de pessoas sem nomes.

JOANA D'ARC
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL